Terça, 13 Setembro 2022 15:12

Documentário sobre tragédia vivida pelos pantaneiros é exibido em Cuiabá

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
Fotógrafo desenvolve projeto sobre a realidade vivida no Pantanal. Fotógrafo desenvolve projeto sobre a realidade vivida no Pantanal. Foto: José Medeiros/Divulgação

O filme é resultado do projeto Pantanal+10, que registra a situação climática do Pantanal e na vida dos habitantes.

Nesta terça-feira (13), ocorre a exposição do livro “Céu e Inferno em Terras Alagadas”, de José Medeiros, com exibição do documentário curta-metragem “Fogo e Fé”, no Palco Cultural do Goiabeiras Shopping em Cuiabá. O evento começa às 19h e a entrada é gratuita.

O projeto é idealizado pelo fotógrafo José Medeiros e tem como objetivo apresentar o Pantanal durante uma década e conscientizar a sociedade sobre as consequências negativas que a ação humana traz ao planeta.

O documentário é resultado do projeto Pantanal+10, que registra a situação climática no Pantanal e na vida dos habitantes.

“O Pantanal vem sendo ameaçado ano após ano pela mineração ilegal, a fronteira agrícola que consume a vegetação nativa e, principalmente, as absurdas propostas de criação de hidrovias no rio Paraguai e a implantação de hidrelétricas. O Pantanal é um berçário da natureza hoje pedindo socorro”, alerta o fotógrafo.

José iniciou esse plano em 2020, período em que a maior planície alagada do mundo chamou atenção após sofrer uma série de eventos envolvendo incêndios fora de controle, e deve encerrá-la apenas em 2030. O grito de alerta sufocado pela fumaça é o destaque da primeira etapa do projeto.

O livro ‘Céu e inferno em Terras Alagada’ conta com diversas fotografias que retratam o período de queimadas que o bioma sofreu. Além de textos críticos do artista plástico Humberto Espíndola e do crítico e curador Juan Esteves, com participação especial da crítica de artes Aline Figueiredo.

Já o curta-metragem ‘Fogo e Fé’ possui depoimentos sobre a tragédia vivida pelos pantaneiros e exibe cenas impactantes da destruição do fogo e a fé das mulheres rezadeiras que clamam pela salvação do Pantanal.

Pantanal+10

O projeto nasceu do questionamento 'O Pantanal é a maior planície alagada do mundo, patrimônio Natural da humanidade, reserva da biosfera, mas até quando?'. A partir dos incêndios de 2020, José Medeiros se propôs documentar as transformações pantaneiras durante os próximos dez anos.

O projeto Pantanal +10 é idealizado por José Medeiros imerso há 30 anos no Pantanal. Em 2014, lançou seu primeiro livro de fotografias, resultado de onze anos de dedicação. “O Pantanal de José Medeiros” que retrata o homem pantaneiro e sua cultura singular ainda preservada.

O projeto Pantanal+10 será exibido durante todo mês de setembro.

Ler 17 vezes

Deixe um comentário