Quarta, 14 Setembro 2022 12:22

MT teve 4.192 alertas de desmatamento no cerrado de janeiro a julho de 2022; 333 em terras indígenas

Avalie este item
(0 votos)
MT teve 4.192 alertas de desmatamento no cerrado de janeiro a julho de 2022; 333 em terras indígenas Foto: Reprodução / SAD Cerrado

Mato Grosso teve 597 alertas de desmatamento em áreas de Cerrado de 1º de janeiro a 31 de julho de 2022, segundo a plataforma SAD Cerrado, lançada nesta segunda-feira (12). Destes alertas, 333 foram em terras indígenas, 6 em territórios quilombolas, 576 em assentamentos, mas a maioria em imóveis privados registrados no Cadastro Ambiental Rural (CAR).

A área total desmatada nestes alertas foi de 38.857 hectares. O mês em que mais houve alertas foi maio, com 614 alertas e área total de 8.084 hectares desmatados. Neste mês, o município com maior número de alertas foi Paranatinga, e o com maior área de alertas foi Comodoro.

O Sistema de Alerta de Desmatamento do Cerrado (SAD Cerrado) foi lançado em plataforma virtual aberta nesta segunda-feira (12) pelo Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) em parceria com a rede MapBiomas e com o Laboratório de Processamento de Imagens e Geoprocessamento (Lapig), da Universidade Federal de Goiás (UFG). O IPAM é responsável pelo desenvolvimento da tecnologia que funciona por meio de inteligência artificial e utiliza imagens do satélite Sentinel-2, da Agência Espacial Europeia, com resolução de 10 metros.

“Devido à heterogeneidade das paisagens e à sazonalidade da vegetação, o monitoramento do desmatamento no Cerrado sempre foi muito desafiador. Áreas de vegetação nativa exuberantes na época de chuva podem perder todo o seu vigor na seca, se assemelhando a áreas desmatadas. Além disso, áreas afetadas pelas frequentes queimadas no bioma podem ser confundidas com desmatamento. Nesse contexto, o uso de inteligência artificial e imagens de satélite de alta resolução permitem detectar áreas desmatadas com maior detalhamento e acurácia”, explica Juan Doblas, pesquisador no IPAM responsável pelo SAD Cerrado.

Em 2022, o SAD Cerrado detectou mais de 50 mil alertas, totalizando 472,8 mil hectares desmatados até o dia 31 de julho. Somente no último trimestre, houve um aumento de 15% na área desmatada no bioma em relação ao mesmo período do ano passado: foram 291,2 mil hectares derrubados, entre maio e julho de 2022, contra 253,4 mil hectares desmatados nesses mesmos meses de 2021.

Mais de 70% da área desmatada corresponde a alertas maiores que 10 hectares. A área média dos alertas detectados pelo SAD Cerrado é de 9,43 hectares, com maior frequência de detecção nos meses de maio a julho, período do início da estação seca no Cerrado.

Ler 101 vezes

Deixe um comentário